censura paulinho.docxtresssssssssssssssssssss

DITADURA CENSUROU LETRA DE PAULINHO DA VIOLA

No início dos anos 70, havia um percussionista Chaplin, que encantou o jovem Paulinho da Viola não só pelo exímio talento com pandeiro e surdo, mas também pelo visual, que destoava do dos sambistas da época. De terno justo, cordões […]

Continue lendo...
Anexo 8_Fotos de Oco'y-Jakutinga_Page_7

DENÚNCIA DE VIOLÊNCIAS NO DESPEJO DE INDÍGENAS AVÁS-GUARANIS NA REGIÃO DE FOZ DO IGUAÇU

Desmandos, ranchos queimados, prisões e torturas. Isso aconteceu nos anos 1975 e 1976 na região Oeste do Paraná, quando indígenas Avás-Guarani foram despejados de sua terra histórica, herdada de seus

depoimento de Carlinhos Metralha analisado por Jorge B_Page_1

NOVAS E SURPREENDENTES REVELAÇÕES SOBRE A “CHACINA NA GRANJA DE SÃO BENTO”

O documento em anexo, traz observações escritas pelo único sobrevivente da "Chacina da Granja de São Bento", em cima de um depoimento que o agente policial Carlos Alberto

doc cia_Page_35

EM 1988, COM MEDO DE BRIZOLA, EMPRESÁRIOS INSTIGARAM MILITARES PARA QUE DESSEM UM NOVO GOLPE

doc cia Um ano antes das primeiras eleições diretas para presidente do Brasil, em 1989, os Estados Unidos debatiam um possível novo golpe militar em gestação no país.

tim maia1.jpg2

PARECER DA CENSURA PARA A MUSICA DE TIM MAIA, “ANISTIA, UMA QUESTÃO DE AMOR”

Letra da canção “Anistia (uma questão de amor)” de Tim Maia e parecer censório, de junho de 1978. Arquivo Nacional, Serviço de Censura de Diversões Públicas, TN.2.3.51715 Em seu esforço

TRABALHADORES E O APARATO REPRESSIVO DURANTE A CONSTRUÇÃO DA HIDRELÉTRICA DE ITAIPU

TRABALHADORES E O APARATO REP RESSIVO DURANTE A CONSTRUÇÃO DA HIDRELÉTRICA DE ITAIPU VALDIR SESSI POVO DO ABISMO: TRABALHADORES E O APARATO REPRESSIVO DURANTE A CONSTRUÇÃO DA HIDRELÉTRICA DE ITAIPÚ

cap3_2fotos_boate_querosene_cubiculo (1)

O APOGEU E O DECLÍNIO DOS APARELHOS CLANDESTINOS DA REPRESSÃO

Em 1973, com o fortalecimento da atuação autônoma e clandestina do DOI-Codi (Destacamento de Operações e Informações ligado ao Centro de Operações de Defesa Interna) paulista na caçada

pau 2

O MAPA DA MORTE. CÁRCERES CLANDESTINOS DA DITADURA

Em uma quadra residencial do bairro Bom Fim, em Porto Alegre, um casarão em estilo neoclássico recebeu nos últimos 52 anos professores da rede estadual, idosos de uma

dscn1210

DOCUMENTOS E FOTOS LOCALIZADOS NO ARQUIVO DA SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA FEDERAL DE PERNAMBUCO

Em novembro de 2012, eu e a Maria Esperança Resende, responsável pela Coordenadoria Regional do Arquivo Nacional no Distrito Federal – COREG, estivemos em missão na Superintendência Geral

agitacao-no-campo-docs-rio_page_1

MOVIMENTO CAMPONÊS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO FOI MONITORADO PELA DITADURA

Depois de Pernambuco e da Paraíba, foi no Estado do Rio de Janeiro que as Ligas Camponesas mais se desenvolveu. Essa expansão ocorreu devido ao grau de radicalização