DELATOU O VIZINHO PARA FICAR BEM COM AS AUTORIDADES

Um caso típico de delação produzida num estado de xenofobia pré-guerra,  está documentado na Ordem de Serviço nº 80, emitida pelo Chefe do Setor de Investigação  da Delegacia de Ordem Política e Social do Paraná.

Segundo a OS, datada de 11 de maio de 1942, teria comparecido à Delegacia um cidadão brasileiro, morador de Almirante Tamandaré, que comunicou o fato de seu vizinho  Elmot Richart, proibir sua esposa de falar em português e ainda ter um rádio em casa.

 

 

Compartilhe:

Deixe um comentário

Todos os campos sinalizados (*) são obrigatórios