DOCUMENTOS RECENTEMENTE DESCOBERTOS APONTAM QUE GUERRILHEIRO FOI PRESO ANTES DE SEU DESAPARECIMENTO

O caso Gilberto Faria Lima é um dos mais enigmáticos do período da ditadura.

Gilberto  era militante da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR) quando lutou ao lado de Carlos Lamarca na operação conhecida como “Guerrilha do Vale da Ribeira”. Escapou e participou ainda de diversas ações de guerrilha urbana.

Hoje, ele está desaparecido. Uns dizem que ele foi assassinado junto com o Grupo de Onofre Pinto, que caiu vítima de uma emboscada no Paraná, em julho de 1974. Outros dizem que está vivo e mora em algum lugar do Brasil. Suas irmãs dizem que está vivo. Dizem ainda que Gilberto foi preso e passou a colaborar com a repressão e mais foi assassinado em queima de arquivo pelos órgãos da ditadura.

Eu tenho buscado o Gilberto Faria Lima. Fui atrás de todas as variáveis e recentemente  em  Montevidéo, após algumas pesquisas eu me convenci que Gilberto Faria Lima, foi preso em 1971/1972, torturado além do seu limite de resistência passou a colaborar com seus algozes.

Documentos Revelados mostra que Gilberto foi preso em 71/72 e que esteve no Chile em 71/72. Nesse período Gilberto Faria Lima frequentou os aparelhos da VPR em Santiago. Ele chegou a participar de um curso de mecânica de automóvel que fizemos no Chile.

Documentos  Revelados mostra ainda que um agente remunerado do Centro de Informações no Exterior (base Embaixada do Brasil em Montevidéu) viajou da capital do Uruguai para  São Paulo e Rio de Janeiro portando bilhetes de apresentação assinados por Gilberto Faria Lima dirigidos a contatos nessas duas cidades.

Os documentos estão em anexo.

Informações sobre Gilberto Faria Lima.1973zorooooooooo

Compartilhe:

Arquivos para download:

Deixe um comentário

Todos os campos sinalizados (*) são obrigatórios