AS CONEXÕES REPRESSIVAS NO CONE SUL 1960-1990): TERRORISMO DE ESTADO EM CONEXÃO INTERNACIONAL

Silva, Jussaramar da. As conexões repressivas no Cone Sul (1960-1990): Terrorismo de Estado em conexão internacional. 2017. 276 f. Tese( Programa de Estudos Pós-Graduados em História) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo.

Esta tese versa sobre as conexões repressivas no Cone Sul entre as décadas de 1960 a 1990, verificando como esses países transformaram seus sistemas de segurança no que se pode denominar um sistema repressivo no singular, tendo como fundamento a articulação entre os agentes e a unidade no modus operandi adotado entre as diversas nações deste sub-continente, criando a prática do Terror de Estado. Tal conexão fundiu a Doutrina de Guerra Contrarrevolucionária com as Doutrinas de Segurança Nacional, ambas praticadas por orientação externa, seja francesa, seja norte-americana; criando um Sistema Internacional de Repressão. As estratégias e táticas adotadas nas ações persecutórias contra o “inimigo interno” comprovam tal conexão; demonstrando o financiamento dos Estados Nacionais com tal prática, através da criação de escolas de formação, a fim de uniformizar tais ações, ou com o envolvimento de adidos militares, cuja face mais tenebrosa se evidencia nas práticas de extermínio, torturas e ações extrajudiciais que envolveram as forças armadas oficiais ou seus braços ilegais, como paramilitares e esquadrões da morte

Compartilhe:

Arquivos para download:

Deixe um comentário

Todos os campos sinalizados (*) são obrigatórios