COMUNICADOS E LISTA DOS PRESOS LIBERTADOS NO SEQUESTRO DO EMBAIXADOR DA SUÍÇA

No dia 11 de janeiro de 1971, eu e outros presos políticos do Rio de Janeiro, estávamos recolhidos no Batalhão de Guardas, em São Cristóvão.

A ditadura havia nos colocado na condição de reféns.

” Se ele morrer , vocês morrem também”, disse um oficial.

A negociação entre o comando da Vanguarda Popular Revolucionaria e a ditadura durava 35 dias, desde que o Embaixador da Suíça havia sido sequestrado.

No Batalhão de Guardas éramos 15 presos cariocas e mineiros e no dia 13 fomos levados para a Base Aérea do Galeão.

Ficamos na Base durante todo o dia 13, onde já estavam muitos outros companheiros vindos de outras prisões e de outros estados e lá nos mantiveram o tempo todo algemados em duplas.

Aos dois minutos do dia 14 de janeiro fomos levados, sempre algemados, para o Chile.

Éramos 70 presos políticos trocados pelo embaixador Giovani Bucher, que foi libertado no dia 16 de janeiro.

Segue abaixo, o comunicado da guerrilha e a lista dos presos políticos libertados pela ação revolucionária.

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Arquivos para download:

Deixe um comentário

Todos os campos sinalizados (*) são obrigatórios